Enunciados vs Frases (suj), Proposições (obj) e Conceitos (linguagem)

Ao  sistema PALAVRAS, 
FRASES
e PROPOSIÇÕES,
que procede por
constante intrínseca
e variável extrínseca,

opõe-se então
a  multiplicidade dos ENUNCIADOS.

que procede
por  variação  inerente
e por  variável intrínseca.

Anúncios

A Terminologia de Nietzsche

Mesmo antecipando as análises
que devem ainda ser feitas,
é tempo de fixar certos pontos
da terminologia de Nietzsche.
Disso depende todo o rigor dessa filosofia
(…)
AVALIAR
é determinar
a VONTADE DE POTÊNCIA
que dá um VALOR à coisa.

INTERPRETAR
é determinar a FORÇA
que dá um SENTIDO à coisa.

Deleuze vs Foucault – Agenciamento vs Dispositivo de poder

Em suma, não seriam
os dispositivos de poder
que agenciariam
ou que seriam constituintes,

mas os agenciamentos de desejo
é que disseminariam
formações de poder

Isso me permitiria responder a seguinte questão,
necessária para mim,
mas não para Michel:

como pode o poder ser desejado?

Portanto, a primeira diferença seria esta:
para mim o poder é uma afecção do desejo”

Filosofia e Arte

Os seres da SENSAÇÃO
são VARIEDADES,

como os seres de CONCEITOS
são VARIAÇÕES

e os seres de FUNÇÃO
são VARIÁVEIS.

DE LO PROBLEMÁTICO – Singularidade e Acontecimento

El modo del ACONTECIMENTO
es lo PROBLEMATICO.

Una doble lucha
tiene por objeto impedir

cualquier confusión
DOGMÁTICA
del acontecimiento
con la ESENCIA,

pero también cualquier confusión
EMPIRISTA
del acontecimiento
con el ACCIDENTE.

Sentido-Acontecimento / Expressável – Atributo / Proposição – Coisas

De modo inseparable,
el SENTIDO
es lo expresable
o lo expresado
de la PROPOSICIÓN,
y
el atributo
del ESTADO DE COSAS.

Tiende una cara
hacia las COSAS,
y otra
hacia las PROPOSICIÓNES.

Pero no se confunde
ni con la PROPOSICIÓN
que la expresa
ni
con el ESTADO DE COSAS
o la cualidad
que la PROPOSICIÓN designa.

Es exactamente
la frontera entre
las PROPOSICIÓNES
y las COSAS.

SENTIDO E PROBLEMA

Por não ver que
o SENTIDO ou o PROBLEMA
é EXTRA-PROPOSICIONAL,
que ele DIFERE, por natureza,
de toda PROPOSIÇÃO,
perde-se o essencial,

a GÉNESE do ato de pensar,
o uso das faculdades.

A DIALÉTICA
é a arte
dos PROBLEMAS e das questões,

e a COMBINATÓRIA
é o cálculo
dos PROBLEMAS
enquanto tais.

Mas a DIALÉTICA
perde seu poder próprio
e, então, começa a história
de sua longa desnaturação,
que faz com que ela caia
sob a potência do NEGATIVO
quando ela se contenta

em decalcar os PROBLEMAS
sobre as PROPOSIÇÕES.

OS PARADOXOS E O SENTIDO – Proliferação e Desdobramento

Lewis Carroll fez um cômputo maravilhoso
de todos estes paradoxos:
o do DESDOBRAMENTO
NEUTRALIZANTE
encontra sua figura
no sorriso sem gato,

como o da REDUPLICAÇÃO
PROLIFERANTE
encontra sua figura
no cavaleiro
que dá sempre um novo nome ao nome da canção

e, entre estes dois extremos,
todos os paradoxos secundários
que formam as aventuras de Alice