8 postulados sobre a Imagem do Pensamento Dogmatico segundo Deleuze

Download integral aqui

“Recenseamos oito postulados, tendo cada um deles duas figuras:

1.°, postulado do PRINCIPIO ou da COGITATIO NATURA UNIVERSALIS
• (BOA VONTADE do pensador
• e BOA NATUREZA do pensamento);

2.°, postulado do IDEAL ou do SENSO COMUM
• (o SENSO COMUM como concordia facultatum
• e o BOM SENSO como repartição que garante essa concórdia);

3.°, postulado do MODELO ou da RECOGNIÇÃO
• (a RECOGNIÇÃO instigando todas as faculdades a se exercerem sobre um objeto supostamente o MESMO
• e a possibilidade de ERRO que daí decorre na repartição, quando uma faculdade confunde um de seus objetos com outro objeto de uma outra faculdade);

4.°, postulado do ELEMENTO ou da REPRESENTAÇÃO
(quando a diferença é subordinada às dimensões complementares
• do MESMO e do SEMELHANTE,
• do ANÁLOGO e do OPOSTO);

5.°, postulado do NEGATIVO ou do ERRO
• (onde o ERRO exprime ao mesmo tempo tudo o que pode acontecer de mal no pensamento,
• mas como PRODUTO de mecanismos EXTERNOS;

6.°, postulado da função LÓGICA ou da PROPOSIÇÃO
• (a DESIGNAÇÃO é tomada como o lugar da verdade,
• sendo o SENTIDO tão-somente o duplo neutralizado da proposição ou sua reduplicação indefinida);

7.°, postulado da MODALIDADE ou das SOLUÇÕES

(sendo os problemas

• MATERIALMENTE DECALCADOS sobre as proposições ´
• ou FORMALMENTE DEFINIDOS pela possibilidade de serem resolvidos) ;

8.°, postulado do FIM ou do RESULTADO,
postulado do saber (a subordinação
• do aprender ao SABER
• e da cultura ao MÉTODO).

Se cada postulado tem duas figuras, é porque ele é
• uma vez NATURAL
• e uma vez FILOSÓFICO;

• uma vez no arbitrário dos EXEMPLOS
• e uma vez no pressuposto da ESSÊNCIA.

Os postulados não têm necessidade de ser ditos:

eles agem muito melhor em silêncio,
• no pressuposto da essência
• como na escolha dos exemplos;
todos eles formam a IMAGEM DOGMÁTICA DO PENSAMENTO.

Eles esmagam o pensamento sob uma imagem que é
• a do Mesmo
• e do Semelhante

na REPRESENTAÇÃO,

mas que TRAI profundamente o que significa pensar,
ALIENANDO as duas potências da diferença e da repetição,
do começo e do recomeço filosóficos.

O pensamento que nasce no pensamento,
o ato de pensar engendrado em sua GENETALIDADE,
• nem dado no inatismo
• nem suposto na reminiscência,

É O PENSAMENTO SEM IMAGEM.”

Deleuze – “Diferença e Repetição” – Fim do capítulo sobre a Imagem do pensamento – pp. 280

Critica da Imagem Dogmática do Pensamento (Platão, Aristóteles, Descartes, Leibniz, Kant, Hegel, Marx, Husserl, Heidegger, Sartre …) e defesa de um Pensamento sem Imagem. En garde!

Diferença e Repetição tem 7 capítulos (1+2+1+2+1)

1.Introdução

2. Diferença em Si 3. Repetição Para Si

4. Imagem do Pensamento

5. Síntese Ideal da Diferença 6.Síntese Assimétrica da Repetição

7. Conclusão

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: